Gleisse




Olá,dias atrás escrevi como foi a primeira vez que eu sai com um travesti,e caso eu a visse de novo contaria como foi.Aproveitando uma oportunidade de um tempo livre ao ir para casa,passei pela Região da Pampulha dei algumas voltas no quarteirão e nada,´elas´ chegam lá mais tarde e não posso me atrazar muito,já pensando em ir embora vi uma boneca e dei novamente a volta no quarteirão,parei próximo e ela foi até o carro,não era bem o que eu queria (não era muito feminina)mas a educação dela fez com que eu aceitasse o oral que ela se propoz fazer.Fomos até um drive-in próximo e chegando lá ela começou a me chupar e tirou o pau para fora,ela é negra baixinha e magrinha quase não tem peitos,mas tem um pau enorme só vendo prá acreditar,o tesão chegou e eu acabei pegando naquele cacete que encheu minha mão ela se chama gleisse.Foi ai que aconteceu o inusitado,no box ao lado uma mulher começou a gemer muito alto,quase berrando ela repetia seguidamente ´ai júnior´, a gleisse me chamou para ir olhar eu perguntei como?ela disse que gostava daquele drive por causa disso,e me mostrou uma mesa feita de concreto no canto onde dava prá ver do outro lado,com o coração na garganta subi,quando olhei do outro lado tava uma mulata linda com um bundão daqueles de 4 em cima do que é o banco da mesa (acolchoado)levando uma varada atráz da outra,pareciam ser namorados,ela tinha no máximo 20 anos e ele um pouco mais,o cara enfiava sem dó tirou prá fora ela se virou e encheu a boca eu nem acreditava que estava vendo aquilo,a gleisse veio por detrás e começou a esfregar o pau em minha bunda e me apertava na parede pra poder continuar vendo.Então ela ficou de lado e pediu pra eu me abaixar,com aquele pau enorme perto da boca não demorou eu já estava chupando o pau dela e ela é quem iria me chupar,pode.

Ela forçava minha cabeça contra o pau dela mas eu não engolia nem a metade,mas tentava chupar bem gostoso já que tinha começado,ela me chamou prá ver o que tava acontecendo o cara tava pedindo prá comer o cuzinho da mulata e ela respondia gemendo´não junior,eu já tentei´ou alguma coisa parecida,então ele apelou e começou a lamber o cuzinho dela,só vendo a cena,ela arrebintando a bunda e abrindo com as mãos pra ele lamber,não demorou ele tava forçando a entrada do cuzinho dela,ai que ela berrou mesmo quando ele forçava a entrada,as bandas do trazeiro dela se moviam pra frente de tão resistente que tava o cuzinho,deu pra ver como o anel se fechou rapidinho em volta do pau do cara quando entrou,ela rebolava e o pau foi até fim,mas ai o cara inventou de sentar e coloca-la no colo e desse jeito era perigoso sermos vistos por ela ou ele,então descemos da mesa e gleisse comentou,´o jeito é ficar ouvindo o gemido dessa safada´,então eu perguntei se ela gostava de mulher,ela disse ´gosto dum cuzinho´.Ela se sentou no banco detrás do carro e perguntou se podia me comer,eu comecei a chupar seu pau e disse que é muito grande mas que podia gozar na minha boca,eu chupava bem gostoso pra ver se ela gozava logo,porque os gemidos do outro lado e a pergunta dela estavam me dando uma vontade de sentar naquele cacete e enfiar ele todo em mim,ela pediu de novo deixa eu por a cabecinha em você.Não resisti e disse que ia tentar,nisso do outro lado os dois pareciam estar gozando feito loucos,ela ficou sentada no banco do carro com aquele pau apontando pro alto,o desafio era justamente passar a cabecinha,se podia chamar assim,havia no carro um vidro de óleo de amêndoas no porta luvas,bem pouco mas deu para lubrificar o pau dela,então eu me ajeitei entre as pernas dela e coloquei a vara na entrada do meu cuzinho que tava morrendo de medo,mas com tesão e fui me abaixando,sentir um pau roçando na entrada é gostoso mas ela não queria só isso,pegou em minha cintura e me forçou para baixo e deu uma estocada que meu cuzinho ardeu na hora,pedi pra ela se acalmar e teria que ser do jeito que eu estava fazendo,peguei o óleo e pinguei as últimas gotas na ponta do cacete,coloquei ele no caminho de novo e fui me abaixando a pressão fez meu cuzinho ir se abrindo para aquele cacete preto comprido e grosso,apesar da dor eu decidi não parar,meu cu tentava piscar mas o pau já não deixava mais,comecei a gemer baixinho e ela começou a falar´isso gostosa desce no meu pau,que cuzinho gostoso que ela tem´e outras coisas que fizeram a dor se tranformar em tesão eu forcei a entrada do cacete em mim,meu cuzinho ficava pulsando em volta daquela cabeça enfiada em mim,eu rebolava na vara assim como minha mulher rebola na minha,ela me forçou para baixo e eu fui cedendo e sentindo o cacete me abrindo,ela pediu pra mudar de posição e fomos mudando mesmo encaixados um no outro,ela queria vir por cima de mim e eu fui deixando mesmo sabendo no que poderia acontecer.Assim que eu fiquei deitado ela se encaixou melhor entre minhas pernas e começou a deslizar o cacete pra dentro de mim,meu cuzinho aceitava cada centímetro daquela vara,quando ia até o fundo eu sentia o cacete dentro do meu corpo se acomodadando,eu já não me entendia mais e gostava daquele cacete me arrombando,me abrindo e me comendo como se eu eu fosse uma mulher,eu cruzei as pernas nas costas dela e comecei a rebolar sem pudor naquela vara,ela me estocava sem dó o carro até balançava,ai ela procurou minha boca e começamos um beijo bem quente,estavamos unidos de todas as formas ela aumentou o ritmo eu apertei meu cuzinho na vara,ai eu senti o leite passando pelo pau que não parava de pulsar e parecia não parar de gozar,e derramar aquele leite quente dentro de mim,quando ela foi tirando para fora deu pra ver o tamanho do pau que estava em mim,eu nem quiz gozar,me senti satifisfeito em fazer aquele pau gozar daquele jeito.

Faca o seu login para poder votar neste conto.


Faca o seu login para poder recomendar esse conto para seus amigos.


Faca o seu login para adicionar esse conto como seu favorito.


Comentários


foto perfil usuario fernandessidnei

fernandessidnei Comentou em 02/02/2014

Parabéns pela experiência. ..delicia de conto..

foto perfil usuario helder

helder Comentou em 01/02/2014

já vi que tu e maxo




Atenção! Faca o seu login para poder comentar este conto.


Contos enviados pelo mesmo autor


41918 - Amigo casado. - Categoria: Fantasias - Votos: 2

Ficha do conto

Foto Perfil Conto Erotico sergio3733

Nome do conto:
Gleisse

Codigo do conto:
42015

Categoria:
Travesti

Data da Publicação:
29/01/2014

Quant.de Votos:
2

Quant.de Fotos:
0


Online porn video at mobile phone


contos, na academia com meu marido de leg sem calçinhacasada que fes zoofilia pela primera vesincestodemadrugadaconto a pipa do vizinha na minha casa mim fodeu no quibtalComi meu sobrinho gay no motel ele disse goza tio no meu cu conto eroticocdzinha salto alto e corpetecontos eróticos gay meu primo comeu meu cuFudendo a mae do meu colega coroa eu novinho contosos desejos do hannah porno quadtinhosou cd zinha sou do meu paiContos eroticos,mendigo m estrupou virgem e choreiconto erotico sexo na trilhacontos eroticos reais portuguesesConto erotico vendo a bucetinha primaContos ensinando a dirigir enteada pornoConto erotico esfregei a buceta na cara de papaicontos eróticos minha filha e meu amigosexo com maduro gostoso conto eroticocontos com fotos contos eroticosconto erotico de empregada travesticoroas bebadas sendo fudidas grosas e taduerboy gay passivo querendo rola contoContos de corno chingamdo de puta biscateContos marido corno e viado fode com negrocontos eroticos como convencer esposa a um menageregaso imtiada xvidioconto porno velho roludofiquei sozinha na casa do titio e provoquei ele sem calcinha pornocontos eroticos pai gostosowww.bikoduro.comconto erotico mulatinhaporno de marrentas violentadaswww.garota cota comu pedeu u cabasu du cumeu primeiro bem dotado conto eroticocontos eroticos reais portuguesesincesto ler contos climaxconto erotico gaycamioneiro e carreteiro travestiscontos eroticos eu e o pai gostoso do meu melhor amigoconto erotico cheiraram minha calcinhacontos eroticos trair meu marido no puteirodei ó cuzinho pra idosos nó asilo contos eróticosnovinhos cafucus piroculdosconto gosando na pica do cunhado2conto erotico linguapequenina conto eroticoContos de sexo de comi o cu de uma catadora de latinhacontos eróticos pastoras que só da o cucontos eroticos comendo uma carcereiravideos pornos de homens colocando vibrador interno dentro da glande e ficando loucos gozando varias vezescontos de viadinho dando forte na baladamenina.motara.abucetaporno lindas do jiujitsuconto erótico melineSexo gostoso contoai ui tio safadocontos eroticos em quadrinhos estestocontos eroticos fazendo sai sangue.do cu da tiacontos churrasco esposacontopequeno tio agarrou os peito damoca e mamoucontos eróticos,meu patrão fudeu minha mulher e fez ela dar para um clientesexo gay de tapas na cara catarradasseu jose conto eroticoConto erótico travesti gordaConto erotico ninfetinhamae filho filha conto pornosiririca para o filho contofiquei sozinha na casa do titio e provoquei ele sem calcinha pornoContos eroticos mal comidacontos eroticos gays seduzi um hetero apaixonado parte 2contos gozada na gargantaQuadrinho marvel pornôsexo gay fora do normalQuadrinhos sraexplicitacomi a xota dela/contocdzinha rabãoContos e fotos meu pai convidou eu meu amigo para assistir porno e a rola dele e muito grandecontos eroticos de amamentacao de 2019contos cu sôniacontos de menininha teemComo foi bom comer minha irmasexo em quadrinhosconto erotico gay amigo da esposaconto erotico amazonasContos eróticos eu minha mulher e um velho contoVovo especial do pau grande contosminha tia na prisão contosconto erotico perdi a virgindade do cu fotoscontos deu mole ele kreucontos eróticos d alguém q adorava ser molestaEvanglicas gostosas/desabafos recentes de incesto com fotosConto etotico primeiro boqueteConto gay como que guContos gay o jardineirocontos eróticos com imagensConto gay araraquara speu na minha moto eu levei pro motel a irmã do meu amigo eu tirei a virgindade da buceta dela conto eróticoconto erotico tia pousada jacuzzi pornobuceta da viuva