Dona do Bar Rabuda



Dona do Bar Rabuda

Fui trabalhar em Volta Redonda, a empresa alugou uma casa onde ficávamos 5 funcionários, todos na casa dos 30 poucos anos, almoçávamos em uma pensão todos os dias, em pouco tempo éramos amigos da dona e de sua família, Silvana era a filha mais velha com 27, mãe de 2 filhos pequenos, toda enrolada sentimentalmente com um filho de cada pai e tendo um romance com um terceiro.

Silvana era uma mulher com características nordestina, não muito alta, seios grandes, quadril largo e bunda avantajada, pele morena e cabelos longos, lábios grossos, chamava a atenção da moçada que comia no bar.

Conversávamos todos os dias na ora do almoço, um dia perguntei o que podíamos fazer a noite, na cidade, ela falou que tinha um bar na cidade vizinha.

Fomos pro bar, bebemos algumas conversamos, minha mão passeava em suas coxas grossas, dava leves apertos e sentia que a cada aperto ela prendia minha mão entre as pernas, em dado momento segurei seu pescoço e dei um beijo molhado em sua boca, ela estava arrepiada, mexeu a cabeça e se desmanchou, percebi a mudança de atitude, apertei sua coxa com força ela se apoiou em mim e segurou meu cacete com vontade.

Mordi sua orelha e falei em seu ouvido: - Sil, você quer apanhar.

Ela me olhou nos olhos respondeu: - Só! Apanhar não.

Fomos pra um motel barato, quando saiu do carro levou tapa na bunda, ela se virou e me beijou, segurei seu peito e apertei forte, ela me puxou e me beijou, entramos no quarto ela tirou minha camisa, chupou meu peito e mordeu com força, a empurrei, imediatamente batendo em seu rosto, ela riu como canto da boca e falou: - FDP! Você me conhece, Sabe o que quero.

Outro tapa na cara, tirei sua blusa expus aqueles peitos com aureolas enormes e duros, apertei os dois peitos com força e forcei pra baixo, ela se ajoelhou e retirou minha pica que babava, enfiou na boca e me olhava, enrolei seus cabelos em minha mão e forcei a pica até o fundo da garganta, mandei chupar, ela chupou com vontade e deu uma leve mordida na cabeça.

Eu já sabia o que Silvana queria, ela queria apanhar, iria fazer o jogo: agredir para ser punida, desobedecer para ser castigada, ela queria a relação de dar e receber prazer.

Tirei a pica de sua boca e ouro tapa na cara, forte, estalado, seus olhos marejaram não de dor mais de prazer, vou a chupar com volúpia, tirou minha calça, subiu lambendo meu corpo, me beijou e pediu: - Me fode todinha, mete nesta puta, meu macho.

Retiramos nossas roupas e caímos na cama, fiz menção de chupar sua boceta ela não quis, não gostava, ela gostava era de ficar de quatro, apanhar nas coxas, na bunda, na cara, ser xingada e mal tratada, levando pica com força e sem dó.

Meti em sua boceta com tanta força que chegava o dor meu saco, gozamos rápido e prazerosamente, ambos quase desfalecidos.

Caímos na cama, exaustos, ela me olhou e perguntou como eu descobri que ela gostava de ser tratada daquele jeito, que nem mesmo os pais de seus filhos haviam descoberto e por isso ela se separou deles.

Falei que era puro instinto, percepção.

Tomamos um banho nos beijamos e fomos embora já era quase manhã, tínhamos que trabalhar.

No dia seguinte ela estava de calça comprida e maquiada, para disfarçar as marcas do nosso encontro.

O rabo dela, comi no segundo encontro e conto na próxima vez.

Foto 1 do Conto erotico: Dona do Bar Rabuda

Foto 2 do Conto erotico: Dona do Bar Rabuda

Foto 3 do Conto erotico: Dona do Bar Rabuda

Foto 4 do Conto erotico: Dona do Bar Rabuda


Faca o seu login para poder votar neste conto.


Faca o seu login para poder recomendar esse conto para seus amigos.


Faca o seu login para adicionar esse conto como seu favorito.


Comentários


foto perfil usuario mcnn

mcnn Comentou em 01/08/2014

Show

foto perfil usuario fudedordecu

fudedordecu Comentou em 17/07/2014

que conto bom e esse cu e delicioso




Atenção! Faca o seu login para poder comentar este conto.


Contos enviados pelo mesmo autor


49441 - Dominador em Macaé primeiro relato - Categoria: Heterosexual - Votos: 7
49527 - dominando a colega de faculdade - Categoria: Sadomasoquismo - Votos: 7
49898 - Alice a iniciação da ninfeta - Categoria: Heterosexual - Votos: 5
49899 - Alice iniciação da ninfeta II - Categoria: Heterosexual - Votos: 4
49961 - Domínio funcionaria noiva - Categoria: Heterosexual - Votos: 4
50067 - Domínio o principio - Categoria: Heterosexual - Votos: 4
50069 - Mãe da namorada com rabão - Categoria: Heterosexual - Votos: 20
50127 - Dominando a colega de faculdade II - Categoria: Heterosexual - Votos: 2
51495 - Dominio funcionária fantastica - Categoria: Heterosexual - Votos: 4
51496 - A filha de meus amigos 1 - Categoria: Heterosexual - Votos: 5

Ficha do conto

Foto Perfil Conto Erotico eddrio52s

Nome do conto:
Dona do Bar Rabuda

Codigo do conto:
50330

Categoria:
Sadomasoquismo

Data da Publicação:
17/07/2014

Quant.de Votos:
7

Quant.de Fotos:
4


Online porn video at mobile phone


Contos de tias e sobrinhas safadasporno gay em quadrinho piratashq porno marvelXvideos porno morena cevegonhasContos eroticos no meu 8aninhosvanessinha.net familia incestuosacontos eróticos pênis cogumelovelhos gordos gays contos.ALEX_pirocudo.spcorno sente prazer em ver mulher penetrada pela buceta doi negrospenis moreno pequeno boquete contopenis preto pra masturbaçaocontosContos erorico minha esposa chego em casa com batom borrado e a cara meladafiz fila pra chuparIncesto 7 em nome da mae e do filho phfudendo bucetas deliciosas de mulheres gostosas noivascontos eroticos foderam minha filhinhasuco mulher gostosa se apagou querendo rola sem compromissocontos cdzinha fodida analmaninha casula contos eroticosViadinho Dei Pro Meu Padrasto Negão Na Guarita Contos Eroticosconto erotico pelada em casacontos eroticos juvenisquadrinho erotico a filha do vizinhoo massagista negro hetray em quadrinhossexo conto vi meubati punheta pra um menino no onibus contos eroticosultimos conto sadogordo camiomeiro paudururabao esposa praia contodownload videos de fiho dotado comendi a mae gostosaNergo do BeCo trazando quadradinhoconto erotico aposta com,o irmaogarçom negro gay pauzaohistórias em quadrinhos acampando com o vizinho safadocontos erotico com vizinho velhinhominha namorada com negros contosconto dei o cu 2019Engravidando do amante quadrinhos eroticosultimos contos de incestoúltimos contos eróticos gaycontos erotico brivadeira de esconde em grupocontos eróticos gay meu primo comeu meu cucontos erotico icesto calca lelggengravidei minha vizinha conto eroticocontos erotico com vizinho velhinhoLambendo o pau grande do porteiro contodescabacei a buceta da crentizinha magrela a fora - contos eroticosvideo de libicas mando no seio da outracontos de incestos eorgias entreirmas nudismoMãe boqueteirá contoseroticosContos de arreganhou a bunda com raivaContos erotico com mim enteada novinhafotos gays de homens soltando muito leitinho da cabeça de suas piroconasFamily guy porno em quadrinhosincesto meu pai comeu meu cuzinho quando cheguei do carnaval de chortinhofamilia tradicional conto eroticovideos de cornos que chuupamcoroas,maduros, papais, tiozoescontos consulta no ginecologistaUber de pau duroConto Erotico-minha tia Helena(2) moztocontos erotico buceta da irmã do amigoconto erótico 103contos eroticos os pedreiros negao comeu minha mulhercom fotoscontoseroticos.vip/hetero/o-primeiro-multiplo-orgasmo/alisando a buceta no voyercontoeroticominhasobrinhavideos de entrei na casa para roubar e tinha uma nifeta virge da buceta e eu comi elaMinha esposa fudendo com dois marido brexando historiascu da prima conto eroticoConto erotico feriapetinho pequeno perdendo o cabasinho do cuzinho lindoCravinhos porno fotosporno conto erotica picante negaes e morenaconto desenho fode minha secretariairmã espera a outra ficar de percebida e dá em cima do namorado pornôchupando rola no chop eexibindo o bucetao no meio de todo mundoconto erotico gay bundodomeucontos eroticos sogro come sua filha caçulacontos eroticos casal bi enpaladocontos de sogra dando pro genroconto erotico conhecwndo meinha mylherConto mete ai ui ui uiconto minha esposa bebadacontos eroticos 8aninhoscontos eroticos travesti com empregadameladinha conto