Outra do timido paranaense



Outra metida maravilhosa, das muitas que até hoje damos, foi em um domingo à noite, porem tudo começou no sábado, nos em sua casa assistindo T.V. e claro bolinação de um dado pra outro, porem não tivemos como enfiar meu pau dentro da buceta rosadinha, e ficou marcado para passarmos o dia de domingo na chácara de uma tia.

Assim foi, fomos e durante o dia quando ficávamos a sós a sacanagem rolava beijo rapidinho no seis belos mamilos, apertando suas tetas, vendo os peitinhos de sua prima, que se exibe também...

Vou pra rede descansar em certo momento, meu pau duro como uma pedra, eu tento disfarçar meu tesão, pois já tinha conseguido até dar uma apalpa, ainda que por cima da calça, naquele buceta, então para minha surpresa vem ela com uma carinha de safada e me da um beijo de tirar o folego e abre sua blusa deixando seus seios à mostra e me faz suga-los com muita vontade, quase querendo arranca-los e ela geme de tesão e me masturba por cima do calção. Porem logo percebe que vem vindo alguém e nos recompormos, porem tenho que esforçar para não demostrar o que estávamos a fazer. Termina o dia vamos embora, sai da chácara de banho tomado, e tive que procurar distração para não sair com o pau duro e todos perceberem.

Nessa noite, já em sua casa fomos ver TV, deitados no sofá, que por sinal acomodava-nos muito bem e ela começa a avançar sobre mim e enfia a mão dentro da calça me encontra já em ponto de bala e eu pergunto está querendo levar? Ela diz tá pensando que sou de ferro, hoje lá na chácara o dia todo só me amassado, me chupando as tetas, venha, me fode, e assim vai se esfregando no meu pau e eu muito doido que fiquei com suas palavras vou apalpando sua bunda, ela se vira e enterra meu pau até o fundo da buceta e da umas reboladas, eu a apalpar seus peitos e morder a nuca ela se vira novamente de frente e reposiciona meu caralho em sua buceta e começa a rebolar nele, sua respiração vai aumentando cada vez mais, percebo que esta quase a gozar e eu tentando não jorrar a porra que insistia para ser liberada, eu digo se você continuar eu não vou conseguir segurar, vou lambuzar tudo, mas ela aumenta mais o ritmo e diz então vem goza comigo então go gozaaaaaa. Presenciei um lindo orgasmos de minha femea e ela gozando não mais me contive e lancei todo meu líquido naquela buceta deliciosa e ela rebolou um pouco mais e ofegante falou, muito bom e aí percebeu que a quantidade de porra foi enorme lambuzou toda sua buceta e escorreu entre suas coxas e sofá quase chegando a minha camiseta, assim que conseguiu se recuperar daquela foda maravilhosa correu pegar um paninho para limparmos os vestígios de mais uma espetacular foda. No outro dia entre beijos e bolinações ela me confidenciou que sua mãe havia perguntado o porquê do paninho dela estar no tanque, disse ela que respondeu que durante o namoro havia saído um pouco de sangue do meu nariz, mas sabemos que na realidade foi para limpar uma das maiores quantidades de porra que depositei em sua buceta, coxas.

Foto 1 do Conto erotico: Outra do timido paranaense


Faca o seu login para poder votar neste conto.


Faca o seu login para poder recomendar esse conto para seus amigos.


Faca o seu login para adicionar esse conto como seu favorito.


Comentários


foto perfil usuario Soninha88

Soninha88 Comentou em 27/05/2015

conto muito bom...gostei e votei...me add...




Atenção! Faca o seu login para poder comentar este conto.


Contos enviados pelo mesmo autor


Ficha do conto

Foto Perfil Conto Erotico sergiogrocha

Nome do conto:
Outra do timido paranaense

Codigo do conto:
65502

Categoria:
Heterosexual

Data da Publicação:
25/05/2015

Quant.de Votos:
3

Quant.de Fotos:
1


Online porn video at mobile phone


contos herotico taduendoconto erotico avo comeu a neta a forçamilf macia boazudaAs Aventuras Eróticas de Lia 11conto manejei na minha prima novinhaConto me vesti de mulher para pinar na ruaconto erotico estudio fotografico do papaicontos eroticos forcado insesto 2016contos sexo estupro e sadomasoquismona praia de nudismo minha bucetinha melou contos eróticosContos eroticos cm a cunhadaconto erotico casada chupa pau cavaloContos eroticos gay o instrutor da auto escola parte 3doce nanda contos eroticoso cao do meu vizinho e minha cadela contocontos erótico dominócontos veridico me arrombaram, mas me vinguei do meu maridocontos eroticos de flagascoroa hostosa contos eroticosHentai gay x men evolution em portuguêsconto zeladorcoroa gayirmao.coloca a irma de juelho para foder a sua buceta virge e ela chora e grita de dorcontos eroticos minha sogra e minha empregadacontos eróticos minha esposa trouxe sua sobrinha para morar com a gentecontos eróticos crossdresser com negaoex mulata do sargentelli metendocomi uma garotinha contosConto erótico pelada chuva sexo em desenho. safadocontos eróticos eu recem casado e o patrao comeu minha mulherfilmes hentai porno onde mulher e disputadas em corridas de carrocontos eroticos novos secretarias que ficam com chefes para nao prrder o empregoConto erotico caque no pau do roludo ai ele meteu gostosocontos com fotos esposas loba de cornodesde pequena tomava leite deles contoscontos eroticos cumplices de um resgatecontos eroticos vovos gaysconto erotico novinha surubaConto erotico traindo o maridopalminhas conto eróticosAgora foi a vez do titio luiz me foder. Conto eróticonifetinha do interior na orgia com os peoes da fazendaContos eroticos fodi a bucetinha da minha subrinhacontos eroticos minha esposa e o. pedreirocontos gay depositodoce nanda contos eroticoscontos eroticos como deixei meu filho me comerContos Padrasto tirando cabaçoscontos velho tarado chupou minha bucetaconto arebentei cu traveste novinhahoje eu dor pro papai pornô capixabaO garoto e o negro conto gayConto erotico cornoo dog picudo arrombou a coroa conto ilustradosexo com filhos contosquadrinhos eroticosde calcinha e suutian no carnaval contos gayconto erotico mãe rabudacontos eroticos de genro fazendo xixi a sogra vemaninha nao aguentou de tanta tesao i goza na picaconto erótico calcinha obraFui traido por um negao relatosAmigo pelado fotos contosafadoconto erotico gay mudei de sexo e virei putaquadrinhos eróticos xxx gay virando adultoconto erotico meu amigo provou pra mim que minha esposa e facinhacontos humilhando cornoconto pornô estrupo a minha vóxvideos.com mobili a minha cunhada que mora na minha casacontos eróticos com fotos em quadrinhos Estagiáriaquadrinhos eróticos - sogra da sobrinhamaloqueiro doido por gay passivo contocontos eroticos corno casa praiacontos erotico com quidadora nifeta com velho taradocontos eróticos uma noite de amir com meu paiconto erotico transei com o namorado da minha amiga ele e lindosiririca ba amigas contoConto doce nanda parte 9pai e filho gays sexo desenhosporno diarista abuzou contosgozada na calcinhacontoeroticodfcontos eroticos disse para nao te vires dentroconto porno minha mulher na cachoeira aconto erotico tia lucia parte 4Quadrinhos eróticos- enteada sobrinharelatos de mulheres que trasaram com dotados e se arrependeramcontoerotico senhora ordinaria peitudaContos a calcinha da namoradamadrinha ajuda filhado a gosar contosconto erotico corno manso que adora obedecer au macho alfacontos eroticos reais lavando roupasquadrinhos adulto gayliberei o cuzinho pra quatro e amei contoContos vovo estrupa netaPorno Hentai Kanalha