A INJEÇÃO



O único problema, quando se possui um caralho colossal, é encontrar uma camisinha decente, que proporcione o mínimo de conforto.
Em uma dessas minhas buscas, conheci a deliciosa Tatiana; uma ninfeta loirinha, 1,55m, olhos verdes, uma boquinha linda; seios fartos, rosados, uma bundinha bem empinada, apetitosa.
Já havia testado quase todas marcas Extra GG sem sucesso. Mal sabia, que em uma nova tentativa, teria uma deliciosa surpresa.
Já eram quase 22h, a farmácia estava por fechar. Fui direto procurar por camisinhas. Naquele momento estava presente, apenas Tatiana, no atendimento. Ela observava atentamente minha busca.
-No que posso lhe ajudar?
Um pouco constrangido, retruquei.
-Não encontro uma camisinha extra GG decente.
No mesmo instante, os olhos de Tatiana, repousaram sobre o volume da minha calça. Surpreendida e espantada, se expressou instantaneamente:
-Também pudera!!! Olha o quanto marca a sua calça, mesmo estando mole!!! Tem um monstro no meio das pernas!!
Ri surpreso da reação inesperada. Muitas pensam, mas dificilmente colocam para fora os seus sentimentos, ainda mais com um estranho.
-Nossa, fico imaginando o tamanho desse tronco duro...
Tatiana disse olhando fixamente para o meu pau, com a língua percorrendo pela boca, sutilmente, mordendo os lábios. O seu segundo comentário, foi suficiente para o meu cacete querer sair da calça, fui tomado de um imenso e instintivo desejo, uma violenta ereção tomou conta.
-Meu deus!!!
Sua boquinha se abriu paralisada por alguns segundos, espantada com o que vira. Subitamente, Tatiana correu para fechar a Farmácia, pegou todas as camisinhas extra GG:
-Vamos testar, gato? Vamos ver se vai caber...
Fomos para o fundo da Farmácia, na sala onde se aplicam as injeções. A loirinha estava possessa; os bicos dos seus seios pareciam querer furar a blusa, pela excitação, seus fartos seios, ficaram ainda maiores.A beijei com volúpia, intensidade, arranquei sua blusa, sutiã, de forma voraz, caindo de boca naquela obra de arte da natureza, sorvi os seus seios com paixão ímpar. Tatiana estava grogue de desejo, só as carícias nos peitos, já foram suficientes para lhe provocar o primeiro orgasmo... Mas ainda não tinha noção exata, do tamanho do prazer que lhe aguardava.
Meu cacete pulsava, de forma feroz; enlouquecida, Tatiana arrancou a minha calça. Por uns instantes, olhou com veneração para a anaconda, pensava como aquilo era possível.
-Você é um alienígena, cavalão! Isso vai me matar!
-Só se for de prazer...
Sua boquinha começou os trabalhos. Por mais que tentasse, mal mal colocava a cabeça do tronco. Sua língua, sua boca eram macias, como veludo. suas mãozinhas, pequenas, delicadas, não sabiam como pegar todo volume de nervo. -Olha o tamanho disso! Maior que o meu antebraço! E a grossura da base? É mais grosso que o meu braço! Isso não cabe nem na camisinha, nem na minha xaninha...
Tatiana tentou encontrar uma camisinha que entrasse, com um mínimo de conforto. O tesão progredia entre nós. mesmo com dor, incômodo, encontramos uma que desenrolava até a metade. O sacrifício valia a pena...rs
Para facilitar a entrada do monstro, virei a loirinha de quatro, deixando a sua bundinha bem empinada. Cai de boca na sua bocetinha rosada. Minha língua percorria os grandes, pequenos lábios, intensificava os movimentos ritmados, em seu grelo. Ela gozou novamente, agora em minha boca. Nesse momento, já entorpecida, ainda mais insana, implorava pelo meu cacete:
-Me arromba, arregaça essa boceta, seu puto!
Bati fortemente com o tronco em sua bundinha:
-Agora é a sua vez de tomar injeção!
Abri ao máximo as suas pernas, puxei o seu cabelo, sua cabeça para trás, botei a minha mão em sua boca, e não tive piedade.
Forçava a entrada com fúria, e não queria entrar; mas aos poucos, comecei a rasgar aquela boceta. Os gritos, gemidos da loirinha, eram abafados com a minha mão. Era um massacre, metia com uma força descomunal, aquela boceta não parava de pulsar, babar, os orgasmos se multiplicavam furiosamente. Tentava botar o máximo de porrete, que aquela boceta, poderia suportar.
- O que tá acontecendo comigo, não paro de gozar! Ah!!! Como fode, gostoso! Como dói, como dá prazer!!!
Forcei para entrar mais alguns centímetros...
-Ahhhhh... Você vai me matar!!! Não cabe mais, tá me rasgando!!!! Isso, mais...Ahhhhhhhhhhhhhhhhhh!!!!!!!!!!!
A loirinha perdeu todas as suas forças, as pernas ficaram bambas, o corpo todo tremia, sua boceta pulsava descontroladamente. Tirei o meu pau, e conferi o estrago provocado naquela linda bocetinha...
Tirei a camisinha do cacete, bati com o meu pau na cara de Tatiana, e gozei furiosamente, enchendo de porra a carinha da loirinha, já desfalecida de prazer.
Era o meu primeiro, de muitos encontros com Tatiana.
Quer provar o limite do prazer, fêmea gulosa? 30cm de extrema virilidade?
Me adicionem!!
Foto 1 do Conto erotico: A INJEÇÃO

Foto 2 do Conto erotico: A INJEÇÃO

Foto 3 do Conto erotico: A INJEÇÃO


Faca o seu login para poder votar neste conto.


Faca o seu login para poder recomendar esse conto para seus amigos.


Faca o seu login para adicionar esse conto como seu favorito.





Atenção! Faca o seu login para poder comentar este conto.


Contos enviados pelo mesmo autor


81073 - NA PRAIA COM JULIANA - Categoria: Heterosexual - Votos: 2
81078 - Tamanho é documento!! (A iniciação de Fabiana) - Categoria: Heterosexual - Votos: 4
81085 - O CAVALO E A CAVALA - Categoria: Heterosexual - Votos: 2
81269 - Corno humilhado, esposa arrombada, casal feliz!!! - Categoria: Traição/Corno - Votos: 11

Ficha do conto

Foto Perfil anaconda
anaconda

Nome do conto:
A INJEÇÃO

Codigo do conto:
81531

Categoria:
Heterosexual

Data da Publicação:
07/04/2016

Quant.de Votos:
2

Quant.de Fotos:
3


Online porn video at mobile phone


contos eroticos eu meu marido e meu exquadrinho erotico DBZ hentaicreempie em granny italian tres porquinhosadministrador velho cacetudoscontos eroticos em quadrinhosContos eróticos primcesa e o sapoconto erotico amigoContos sempre fui o viadinho de todos os homens da familiaconto erotico freira veronicaXvideos espretando ela enquando transa com o seu maridopornosogrotesaocontos gay corno exticiane deu cu virgem para sogroconto erótico grelo enorme briga de grelocontos eroticos gay de no onibosconto erótico filha siliconadawww conto erotico gay de primo com primo com brmarido facilitando traição da esposa gostosacontoeroticoadrianacontos eroticos meu compadre comeu meu cuzinho com a ajuda da minha comadre safadinhacontos-eroticos-afilhada-padrinhocom fotocontos ciumes do marido dominadordownload xxx preta levando deitada de costas com a tia 2minutoscontos eroticos de vovo fodendo a força neto gay com fotoscontos louca por negroswww xvidios .com homem casado fas suruba com as subrinha safadacontos eroticos fui chupada gostogo por ladraominha irma é minha amante contoshentai quadrinho chavesEu confesso sou um corno manso do pinto pequenoQuadrinho gay eletricistaela estava me arrombando conto erotico cu cornocdzinha salto alto e corpetecontos papakuconto com foto amadora corno esposa enteada incestoexibicionismo público sem calcinhaorgia de viados encubados no baro dia que comi minha iazinha novinhana barraca de campimcontos erótico de casais monogâmicoscomi a novinha na chantagem casa dos contosmadrinhasgostosa transacavalo goza dentro de mulherex sogra contocontos eroticos minha primeira siriricahentai em filho come a mae no hotelwww.contos tia tirando virgindade de sobrinho de pau pequeno aindaconto erotico cagandoMeu tio e eu no motel conto eroticofoto de mulhe de calcinha fio detau puxador a causinhaGoiânia morador de rua dei cu local conto gayfotoseróticos angolanosvi meu pai mijando leite contos eroticosconto cesto de calcinhamenino pirocudo casada crente contostravestim chupando gravidascontos guei de brunoconto papaku e menino na fazendacontos com fotos esposas loba de cornoconto erotico filha visitando pai na fazendaHomem iniciando virgem curiosa contos eroticosx vidio comtos eroticos eu minha mulher e sua maecontos de meninasapeca por sexocaguei no pau contosbuceta grande conto eróticoesposa mascaradao amigo negro do meu filho quadrinhocontos eroticos meu namorado roludo comeu eu e minha filha nao sei como ela aguentouporno contos limpando quintal por comidaquanto e o ingresso casa de swing sozinho curitiba glore holever desenho animado gratis porno HQ hentai gay na idade médiabebada no onibus conto eroticoComi minha tia no navio conto eroticoconto filha fode paixvideos.incesto.pauzudo.arrebentandoconto erótico filha na lajevelha rabugenta contos eróticoscontos eroticos nora